MPF desiste de perícia técnica em recibos apresentados por Lula

Os mais de trinta recibos de aluguéis apresentados pela defesa do ex-presidente Lula à Justiça não passarão mais por perícia técnica. O Ministério Público Federal (MPF) desistiu do procedimento, em decisão protocolada na manhã desta segunda-feira (18). O petista é acusado pelo MPF de receber um apartamento, em São Bernardo do Campo, como propina da Odebrecht em troca de contratos com a Petrobras. A defesa do ex-presidente nega a acusação e apresentou os recibos dos supostos pagamentos dos aluguéis para o empresário Glaucos Costamarques, proprietário do imóvel, segundo o G1. Os procuradores alegam que os recibos são falsos e foram produzidos para sugerir legalidade a atos ilícitos. Segundo o MPF, alguns dos papéis têm, inclusive, datas inexistentes no calendário. De acordo com o órgão, as investigações já permitem concluir que Costamarques firmava os recibos ideologicamente falsos em blocos, para dissimular a locação do apartamento. Agora a decisão sobre o assunto é do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos em primeira instância da Lava Jato. (Bahia.Ba)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*