Advogado de Lula reconhece que ex-presidente só deve deixar prisão após eleição

Preso por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o ex-presidente Lula (PT) só deve deixar a carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba, no Paraná, depois das eleições de outubro. De acordo com a coluna Radar, da revista Veja, a afirmação partiu do advogado do petista, Sepúlveda Pertence. Ainda segundo a publicação, Pertence teria admitido a dificuldade de retirar Lula da prisão para um amigo. A sentença de 12 anos de reclusão foi dada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no caso do triplex do Guarujá, em São Paulo. O ex-presidente está detido desde o início do mês. (M1)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*