Câmara dos Deputados gasta mais de R$ 350 mil com deputado preso

Desde fevereiro, a Câmara dos Deputados já gastou pelo menos R$ 359 mil com João Rodrigues (PSD-SC). O deputado foi preso pela Polícia Federal por determinação do Supremo tribunal Federal (STF). Ele está no semiaberto, mas não foi autorizado pela Justiça a trabalhar na Câmara durante o dia. Segundo o G1, uma consulta ao Portal da Transparência mostra que Rodrigues continuou recebendo salário, com descontos relativos ao seu não comparecimento às sessões. O único benefício retirado após a prisão foi o auxílio-moradia. Rodrigues foi condenado a cinco anos e três meses de reclusão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) por fraude e dispensa de licitação quando era prefeito de Pinhalzinho. (BNews)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*