Feira de Santana: Guardas municipais perdem porte de arma por não realizarem curso

Os guardas municipais de Feira de Santana estão proibidos de usar armas de fogo durante o trabalho porque não realizaram um curso de capacitação exigido pela Polícia Federal. O porte dos agentes venceu em julho de 2017 e não foi renovado. A cidade conta com 154 guardas, que adquiriram a licença em 2015. No entanto, o documento precisa ser renovado a cada dois anos, por meio de um curso de capacitação com carga horária de 80h. A Secretaria Municipal de Prevenção à Violência informou que houve problemas na licitação para escolha da empresa responsável pelo curso e que, por causa disso, não houve renovação. O chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Prevenção à Violência, Paulo Costa, disse que vai abrir um novo processo para seleção da empresa prestadora do curso, após duas tentativas falhas. "Já há uma empresa em Feira de Santana hábil, porém como faltou uma certidão, nessa próxima já deve estar com essa certidão regularizada e isso será sanado", destacou o gestor. O comando da Guarda Municipal de Feira de Santana confirmou que as armas recolhidas e que apenas cinco guardas estão nas ruas com armas elétricas para acompanhar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em chamados que envolvem situações que oferecem perigo às equipes médicas, entre outras atividades. (M1)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*