Salvador confirma 10 mortes por H1N1; procura pela vacina continua baixa, segundo SMS

Salvador registrou mais uma morte por Influenza A H1N1 na última semana, com total de 10 casos fatais. No entanto, a busca pela vacina continua baixa, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Chegando à quarta semana da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, apenas 29% do público alvo da capital foi imunizado. O número equivale a 158.554 doses. Iniciada no dia 23 de abril, a estimativa é vacinar 90% das 541.451 pessoas elegíveis para receberem o imunobiológico, conforme recomendação do Ministério da Saúde. "Na última semana, uma criança de apenas 2 anos veio a óbito na capital vítima da doença. Apesar da gravidade dos casos, é o público que menos tem procurado os postos de saúde para se proteger, menos de 20% foi imunizado. As crianças estão entre os grupos mais vulneráveis para complicações caso contraia a doença, inclusive com risco de morte, o que infelizmente já é uma realidade no município", alertou a subcoordenadora de Imunização do município, Doiane Lemos.

Os demais grupos também registram baixa cobertura: 28,6% das gestantes, 34,6% dos idosos e 31,9% dos trabalhadores da saúde se vacinaram. As puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias) estão com a cobertura mais avançada, mas ainda distante do que é recomendado, com 50,7%. No restante do estado, o número de casos de H1N1 também vem crescendo. De acordo com a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), foi confirmado um total de 100 casos, dos quais 15 evoluíram para óbito. Além dos 10 casos da capital, foram confirmadas mortes em Camaçari (1); Lauro de Freitas (1); Retirolândia (1); Saúde (1) e Serrinha (1). (BN)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*