Médico afirma que Michael Jackson teve voz 'quimicamente castrada' pelo pai

O cardiologista Conrad Murray, condenado pela morte de Michael Jackson em 2009, acusa Joe Jackson de ter sido um dos piores pais da história. Ao jornal norte-americano The Blast, ele contou que o pai forçava o rei do pop a tomar injeções de hormônio aos 12 anos de idade para eliminar a acne e não permitir que a voz do cantor mudasse. “O fato que ele [Michael Jackson] foi castrado quimicamente para manter a voz aguda é inexplicável. Espero que Joe Jackson encontre redenção no inferno”, declarou Murray ao periódico. O médico foi condenado por induzir uma overdose do anestésico Propofol que ocasionou a morte de Michael, em 2009. Apor ficar na prisão por dois anos, a licença médica foi suspensa em três estados dos EUA. O pai do artista, Joe Jackson, morreu aos 89 anos por conta de um câncer no pâncreas, no dia 27 de junho deste ano. (M1)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*