MPF aciona prefeitos para aumentar cobertura vacinal de poliomelite

O Ministério Público Federal pediu às prefeituras de 312 municípios brasileiros com alto risco de retorno da poliomelite que adotem medidas para ampliar a vacinação contra a doença. A estratégia, segundo a procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Drupat, deverá ser adotada "em curtíssimo prazo". Caso as recomendações não sejam cumpridas, os prefeitos poderão responder por improbidade administrativa e desrespeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente. De acordo com levantamento realizado pelo jornal Folha de S. Paulo, ao menos 312 cidades têm menos de 50% das crianças protegidas contra a pólio, bem atrás do porcentual recomendado pela a Organização Mundial da Saúde, que é de imunizar no mínimo 95% para evitar novos casos. O último registro havia sido anotado em 1990. (M1)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*