Após pedido do TCU, governo regulariza compra de testes para tuberculose

O Ministério da Saúde retomou o abastecimento dos testes para tuberculose, após recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU). De acordo com informações do G1, a escassez dos tuberculínicos do tipo PPD RT 23 - usados para detectar se uma pessoa tem a infecção pela bactéria causadora da tuberculose – prejudicou a compra da medicação, pelo governo. Segundo a publicação, em 2017 o governo adquiriu 5 mil frascos com 75 doses, número abaixo do necessário. Já em 2018 foi realizada a compra de 70 mil frascos, o equivalente a mais de 1 milhão de doses. Em janeiro de 2017, após uma denúncia da Comissão da casa da Câmara dos Deputados, o TCU iniciou uma investigação a respeito do desabastecimento. De acordo com a deputada Laura Carneiro (DEM-RJ), o governo federal foi informado que o laboratório produtor dos testes, localizado na Dinamarca, tinha interrompido a produção. Por meio de nota, o Ministério da Saúde afirmou que a distribuição está regularizada desde o mês de julho e que quantidade é suficiente para atender a demanda de todo Brasil por pelo menos um ano. (BN)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*