Bolsonaro decide fundir Fazenda com Planejamento e Agricultura com Ambiente

Proposta do período eleitoral, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), vai manter a fusão dos ministérios. Com a decisão, a pasta de economia vai reunir as atuais Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio. Outro ministério ainda vai ser criado com a união das pastas de Agricultura e do Meio Ambiente. Anunciada hoje (30), a mudança ficou decidida após uma reunião entre Bolsonaro com integrantes da equipe. O vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão (PRTB), participou do encontro e, de acordo com ele, seis ministérios já estão garantidos: Economia, Casa Civil, Defesa, Relações Exteriores, Saúde e Trabalho. Foram confirmados, até o momento, os nomes do general Augusto Heleno (PRP), para a Defesa; de Paulo Guedes, para o ministério da Economia; e Onyx Lorenzoni para a Casa Civil. De acordo com Bolsonaro, falta apenas um "detalhe" para confirmar a indicação do astronauta Marcos Pontes para a Ciência e Tecnologia. (Metro 1)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*