Com mais de 20 mil inscritos, Jovem advocacia será decisiva nas eleições da OAB da Bahia

Dos mais de 50 mil advogados inscritos nos quadros da seccional baiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA), 20 mil são jovens. A jovem advocacia será decisiva nas eleições da instituição deste ano. A política de classe para melhorar as condições de trabalho de quem inicia na carreira são fundamentais. De acordo com Hermes Hilarião, que presidiu a OAB Jovem, é preciso continuar lutando para aprovação do piso salarial pela via legislativa. Desde que a OAB Jovem foi criada, diversas iniciativas foram lançadas para debater a criação de um piso salarial da categoria. Os jovens advogados querem que o governador apresente um projeto de lei na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) para garantir esse direito. O valor base estimado na época era de aproximadamente R$ 3,5 mil. Hilarião, agora, concorre ao cargo de tesoureiro na chapa Avança OAB, encabeçada por Fabrício Castro. “É a primeira vez que alguém egresso da jovem advocacia, decorrente do trabalho feito em prol da jovem advocacia, tem a oportunidade de concorrer a um cargo na diretoria da OAB-BA”, destaca. A chapa ainda é composta por outros membros oriundos da OAB Jovem, como René Viana, que concorrerá a Diretoria da Caixa de Assistência aos Advogados da Bahia (Caab), além de Joeline Araújo, Lara Soares, Leonardo Nunez Campos e Roberto Cal que concorrerão aos cargos do Conselho seccional. 

Hermes afirma que o espaço é importante, pois os jovens advogados representam uma parcela importante dos inscritos na Ordem. “Já temos uma cláusula de barreira que impede a participação dos jovens, que está prestes a cair em razão do nosso trabalho. Então, nada mais natural e justo, que os advogados e advogadas egressos da jovem advocacia participem da chapa e tenha oportunidade de defender as bandeiras dos jovens”, defende. A ideia de Hilarião é lançar o Plano de Valorização dos Advogados Associados. “Vamos continuar lutando pela aprovação do piso salarial, vamos buscar uma linha de crédito para jovens advogados e vamos criar o programa de anuidade zero para toda a advocacia baiana, interiorizando ainda mais os nossos cursos e serviços e intensificando o combate à violação das prerrogativas”, declara.

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*