Ibovespa volta a subir diante de cenário eleitoral favorável a Bolsonaro

A bolsa registrou uma nova alta nesta quarta-feira (4) diante do cenário favorável a Jair Bolsonaro (PSL) nas pesquisas de intenção de voto para presidente. Segundo informações do Valor Econômico, o Ibovespa subiu 2,04%, chegando a 83.273 pontos, o maior índice desde 17 de maio deste ano. O montante negociado foi de R$ 18,8 bilhões. Na avaliação do economista André Luzbel da BP Investimentos o cenário apresentado pelas pesquisas para o primeiro turno deste domingo (7) tiveram interferência nesse resultado. "Só da possibilidade da esquerda não ir nem para o segundo turno já fez a bolsa subir e o dólar cair", comentou em entrevista ao Bahia Notícias. Uma enquete da XP Investimentos aponta que Ciro Gomes (PDT) é visto como o candidato mais intervencionista, enquanto Bolsonaro teria programa mais liberal. No entanto, entre todos os concorrentes à Presidência, Geraldo Alckmin (PSDB) é avaliado como o que entregaria a política econômica mais liberal. No entanto, o economista acredita que, conforme a eleição se aproxime, os investidores devem se tornar mais cautelosos. "Ontem a alta foi extremamente acentuada da bolsa. Hoje já foi uma alta menor. As pessoas aproveitaram para reduzir sua exposição. Ninguém quer ir para a eleição fazendo grandes apostas. O que você tem são pequenas apostas", analisou. André Luzbel comentou ainda que esse fenômeno do mercado também foi visto às vésperas de outros eventos relevantes no cenário político recente. "A gente viu isso na eleição de Trump. A maior parte dos gestores e dos investidores reduziram posição para esperar o resultado. Isso aconteceu também no Brexit", lembrou. (BN)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*