MPE apura se Rui usou programa do governo ‘Corra para o Abraço’ para auxiliar reeleição

O governador Rui Costa (PT) e outros governos estaduais são investigados pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) pelo uso da máquina para favorecer candidaturas à reeleição ou de aliados. Foram abertos “procedimentos preparatórios eleitorais” para apurar o uso de servidores nas campanhas, da estrutura de governo para promover candidaturas e de carro oficial em carreata. Os governos estaduais do Mato Grosso, Amazonas, Bahia, Goiás, Piauí, Rio Grande do Norte e Roraima serão investigados pelo MPE. As investigações na Bahia apuram se o programa social Corra pro Abraço de Rui configura propaganda irregular por ter nome similar ao slogan de campanha “Rui Correria”. “A execução do aludido programa, sobretudo por envolver a distribuição gratuita de bens, pode configurar, caso realizado de forma abusiva, os ilícitos eleitorais previstos”, diz portaria assinada pelo procurador Ovídio Machado. A assessoria do governo da Bahia foi procurada, afirmou que consultaria a Procuradoria-Geral do Estado, mas não retornou o contato da reportagem. O programa Corra pro Abraço foi criado em 2013. Na campanha de reeleição, em 2018, o governador eleito abraçou o apelido “Rui Correria” na campanha. (Bahia Notícia)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*