Operação resgata 529 animais silvestres em Feira de Santana

Uma operação do Ibama com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu neste domingo (21) 529 animais silvestres que eram comercializados de maneira ilegal em Feira de Santana, em uma feira livre no bairro Estação Nova. As multas aplicadas aos responsáveis chegaram a quase 125 mil reais. Além disso, dezesseis pessoas foram detidas em flagrante. A ONG Animalia prestou apoio na ação. Batizada de Fauna Livre, a operação combate o tráfico de animais silvestres. Um efetivo policial com conhecimento específico no manejo de fauna silvestre foi usado na ação, levando em conta também do local sensível, por conta da grande aglomeração de pessoas. As aves estavam acondicionadas em gaiolas e expostas para comercialização. Sacolas para esconder as aves e alçapões usados na captura também foram apreendidos. Entre as espécies resgatadas estão algumas conhecidas popularmente como trinca-ferro, cardeal, sofrê, papa-capim, bico de lata, guriatan, sabiá, papa-pimenta, coruja caboré, pássaro preto, sanhaçu, tico-tico, tiziu, coleiro, canário da terra, azulão, curió do brejo, mico estrela, além de um saíra 7 cores e dois periquitos, estando estes últimos na lista de animais ameaçados de extinção. Os animais resgatados foram encmainhados à PRF de Feira de Santana para dar sequência aos procedimentos cabíveis. O Ibama lavrou os autos de infração e aplicou multas administrativas aos responsáveis. Com ajuda da ONG, houve uma triagem nos animais apreendidos e as aves foram separadas por espécimes e receberam os primeiros cuidados. Depois, seguirão para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), em Vitória da Conquista. Quando estiverem melhores e aptas, serão devolvidas à natureza. Os detidos vão responder pelo artigo 29 da Lei 9.605/98, além de processo administrativo do Ibama. (Correio)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*