Neymar pode pegar até seis anos de prisão por fraude em transferência para Barcelona

O juiz encarregado de julgar as irregularidades da transferência de Neymar ao Barcelona acredita que o atacante poderá ser condenado a até seis anos de prisão, informaram fontes judiciais próximas ao caso. Além do atleta, também serão julgados os pais do craque, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e seu antecessor, Sandro Rosell. O processo foi aberto a partir de uma denúncia do grupo brasileiro DIS, ex-dono de parte dos direitos federativos do atleta, que se considera prejudicado na transferência de Neymar do Santos para o Barcelona em 2013. Na quarta-feira (31), o juiz José María Vázquez Honrubia considerou que a acusação feita pode render uma condenação "de quatro a seis anos de prisão", para Neymar, segundo um relatório do magistrado que a agência AFP teve acesso. Segundo o GloboEsporte.com, como o brasileiro pode receber sentença superior a cinco anos de prisão, o julgamento deverá ter três juízes. Com isso, a audiência pode atrasar e segue sem data para começar. 

ENTENDA O CASO

Inicialmente, o Barcelona divulgou que a transferência girou em torno de 57,1 milhões de euros (40 milhões para a família de Neymar e 17,1 para o Santos), no entanto, a justiça espanhola afirma que o verdadeiro valor da negociação seria de 83,3 milhões de euros. O DIS, que recebeu 6,8 milhões da parte do Santos, acusa o clube catalão e o atleta de ocultarem o valor real.Em depoimento à justiça espanhola, Neymar afirmou se concentrar apenas em jogar futebol e que confiava cegamente nas decisões de seu pai. (Bahia Notícias)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*