Stefhany Absoluta diz que atendeu 'chamado de deus' para o gospel e foi 'iludida por fama'

Sucesso na internet em 2009, quando ficou conhecida com o clipe "No meu Cross Fox" (lembra?), Stefhany Absoluta, hoje com 27 anos, trocou o tecnobrega pelo gospel. Após experimentar a fama, participando de diversos programas de TV e também da novela "Cheias de charme", em 2012, ela decidiu aceitar "o chamado de Deus" e virar, coma ela mesma diz, "serva do senhor". "Foi um chamado, não uma opção. Hoje em dia, muitos cantores estão indo para o gospel por opção, porque o comércio é grande, mas eu não fui para chamar atenção. Fui por um chamado. Deus me chamou", enfatiza ela, justificando que recebeu uma prova de Deus há seis anos, quando resolveu se converter durante uma visita a uma igreja no interior do Piauí. Desde então, ela decidiu dedicar sua vida a Deus. "Estou muito feliz. Servir a Deus era o que eu sempre quis".

Apesar do discurso, a cantora, que hoje assina o sobrenome Cardoso, do marido, afirma que não se arrepende da carreira que tinha "antes de aceitar Jesus" e diz que usa o seu passado "como exemplo do que Deus pode fazer na vida do ser humano". "Da Stefhany de antes, não tem nada. Hoje, eu sou uma outra pessoa. Quando eu era Stefhany Absoluta, estava sempre sorrindo na TV, mas, por trás, tinha uma vontade de servir a Deus, mas tinha medo do que as pessoas iam dizer. Tinha medo de as pessoas virarem as costas para mim. Hoje, estou feliz porque experimentei a verdade, estou vivendo a verdade". A "verdade" a que a "nova Stefhany" se refere é de não mais viver em um "mundo de ilusão", como acontece com ela e com muitos artistas que atingem a fama repentina. "Muitas das pessoas que estão ali na fama, aparecendo na TV, vivem tristes no camarim, nem todos têm condições financeiras, é tudo uma fantasia. Cheguei a me iludir, achar que a fama ia mudar minha vida, que eu ficar rica. Mas vi a realidade dessas pessoas e percebi que era tudo uma fantasia". Além de cantar gospel, Stefhany hoje também dá testemunho e "prega a palavra" em igrejas pelo Piauí, onde mora. Sempre na companhia do marido, Roberto Cardoso, e da filha, Débora, de 2 anos. "A vida de uma pessoa que é cristã, que é baseada na palavra de Deus, é muito melhor, e o futuro dos seus filhos é outro", ensina. (Extra)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*