Laura Cardoso fala sobre assédio sexual no trabalho: 'Já sofri, sim'

Laura Cardoso, de 91 anos, uma das mais respeitadas atrizes brasileiras, falou sobre assuntos como assédio e relacionamento homossexual em entrevista à revista "Quem". A veterana foi firme ao defender as liberdades individuais e disse considerar normal que duas pessoas do mesmo sexo manifestem seu amor em público. “Se vejo dois homens juntos se amando, ou duas mulheres, acho normal. Cada um é um mundo e pode fazer desse mundo o que quiser. Ninguém tem o direito de te censurar. Eu, hein?! O importante é buscar sua felicidade e dormir com quem você quiser. É um pecado mortal censurar a vontade do outro, o sonho dele. Desde o meu tempo de menina isso existia. Mas era mais em segredo. Hoje não é mais assim. Eu acho lindo ver dois homens de mãos dadas na rua. Por que estragar isso? Sempre fui assim, sem preconceito algum”, disse. Ela revelou ainda que já passou por situações de assédio sexual no trabalho e comparou as abordagens no seu início de carreira e atualmente: “O assédio sempre existiu e vai existir sempre. Naquela época havia o assédio, mas acho que não era tão violento ou aberto como é hoje. Uma menina de 16 anos só por ser jovem, já era assediada. Mas dependia muito de aceitar ou não aceitar. No meu tempo era mais velado. Hoje é mais violento. Mas sofri, sim”. (Metro 1)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*