Neymar chora em discurso de aniversário e diz que 'fase não está 100%'

A fase pode não ser a melhor para Neymar no que diz respeito ao futebol, mas os amigos compareceram em peso para prestigiar o jogador na festa de aniversário realizada na noite desta segunda-feira (4) em Paris. O jogador, que ainda se recupera de uma lesão no quinto metatarso do pé direito, chegou na festa acompanhado do filho David Lucca e usando uma muleta vermelha. A cantora Marília Mendonça foi a grande surpresa para o atleta. Ela entrou cantando parabéns e ao lado do bolo. O jogador não conteve as lágrimas e foi amparado pela mãe Nadine Gonçalves, que ainda fez uma declaração para o filho. Em seu discurso Neymar disse que a sua fase não está 100%, mas que seguirá lutando por todos eles.

Separado de Bruna Marquezine desde outubro do ano passado, Neymar cantou ao lado de Rafaela Porto, ex-participante do "The Voice Brasil". Há rumores que os dois estariam tendo um affair. A festa estava repleta de famosos. O cantor Wesley Safadão foi uma das atrações musicais da noite, que teve ainda a presença dos cantores Nego do Borel, João Cedric, MC Mirella. Além dos atletas Thiago Silva, Daniel Alves, Mbappé, e o jogador de vôlei Bruninho, entre outros. A Red Bull, empresa patrocinadora do jogador, arcará com os custos da cerimônia para até 500 convidados. Isso porque o contrato de Neymar com a Red Bull prevê que a patrocinadora é responsável pela organização da festa. Nos últimos dias, a mãe, Nadine, e o filho, Davi Lucca, chegaram em Paris para dar apoio a Neymar por causa da lesão e ficarão para o aniversário. A irmã Rafaella também foi para a capital francesa. Mesmo lesionado, Neymar seguiu em Paris para se recuperar. O PSG designou o médico Hakim Chalabi, o mesmo que cuidou de Ronaldinho Gaúcho, para gerir o tratamento no pé direito do atacante brasileiro. Neymar sentiu a lesão no dia 23 de janeiro, durante vitória sobre o Strasbourg, e ainda não tem prazo para retornar às atividades. O jogador foi reavaliado pelo médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, antes de o PSG optar por designar Chalabi. Com informações da Folhapress.

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*