Conflito entre Aeroporto de Salvador e posto de gasolina será definido pela Justiça

O imbróglio envolvendo a exploração de um terreno de seis mil metros quadrados do Aeroporto de Salvador por um posto de gasolina será resolvido pela juíza Luciana de Carvalho Correia de Mello, da 4ª Vara Cível e Comercial de Salvador. A 3L Comércio de Combustíveis e Lubrificantes, empresa da família do empresário Latif Abud, ingressou com a ação para permanecer no local. O prazo de vigência do contrato termina neste início de março. A concessionária Vinci Airport quer abrir a área para propostas de novos concorrentes. A juíza, antes de decidir a questão, ainda analisará se o caso é de competência da Justiça Estadual ou Federal, por tratar de área pertencente à União. (Bahia Notícias)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*