Polícia investiga fraude em concurso com mais de 50 mil inscritos no DF

Candidatos de um concurso público do Distrito Federal registraram boletim de ocorrência em uma delegacia ontem pedindo a anulação das provas. Os inscritos alegam que houve diversos problemas na organização do certame que levaram a confusão e protestos nos locais de prova.

De acordo com informações do G1, diversos candidatos abandonaram as salas durante a manhã. O início da prova, aplicada pelo Instituto Brasil de Educação (Ibrae), deveria acontecer às 8h. No entanto, parte dos inscritos não tinham recebido as questões às 9h30.

O concurso público da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh) do Distrito Federal tinha mais de 50 mil inscritos. Parte deles chegou a exibir a prova pelas janela de um prédio.

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*