Dor nas costas? A culpa pode ser da evolução genética

Dor nas costas é um dos problemas de saúde que mais afeta homens e mulheres ao redor do mundo. Mas, por que será que tantas pessoas sofrem com esse incômodo? De acordo com Kimberly Plomp, pesquisadora do Departamento de Arqueologia da Universidade Simon Fraser, no Canadá, existem muitos fatores que podem influenciar a dor lombar, inclusive a evolução humana. Em um estudo recente, publicado na revista BMC Evolutionary Biology, Kimberly analisou as formas da espinha dorsal dos macacos (chipanzé, orangotango) em conjunto com a dos humanos (modernos e antigos). A pesquisa revelou que as pessoas que apresentam espinhas semelhantes às dos animas estão mais propensas a desenvolver pequenas lesões que formam os discos entre as vértebras – originando a dor.Vale ressaltar que o estudo ainda está em sua fase inicial, mas os resultados ajudam a reforçar a ideia de que a postura ereta contribui para diminuir o stress na coluna vertebral, um dos fatores que contribui para reduzir a dor nas costas. E para ficar livre dos sintomas, exercitar-se é unanimidade entre os especialistas como uma ferramenta para fortalecer o corpo, aumentar a elasticidade dos músculos das costas e relaxar – e, portanto, prevenir e tratar a dor. (Boa Forma)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*