Petrobras anuncia desocupação de edifício administrativo em Salvador

A Petrobras confirmou nesta sexta-feira (6) que vai desocupar o edifício Torre Pituba (Ediba), em Salvador, conforme divulgou anteriormente o Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro) da Bahia.

Em nota, a estatal informou que a saída não é um movimento “pontual em uma região específica” e afirmou que estuda desocupar outras instalações no país.

A empresa citou que este ano, por exemplo, já desocupou o Edisp, em São Paulo, e que está saindo do Edifício Ventura, no Centro do Rio de Janeiro, e do Edifício Novo Cavaleiros, em Macaé.

“Estão em andamento estudos sobre outras instalações, de forma a adequar a ocupação dos espaços à estratégia de negócio da Petrobras”, informou a petroleira, em nota.

A estatal afirmou ainda que a mobilidade de pessoas entre prédios ou mesmo entre diferentes unidades ou áreas de atuação é “natural nas empresas”, e disse que a companhia avalia oportunidades de redução de custos em todos os processos e atividades, incluindo a ocupação predial.

“Alguns processos podem ser centralizados; para outros, a solução pode ser utilizar espaços disponíveis em instalações próximas ou mesmo contratar novas instalações, mais otimizadas e menos onerosas, como ocorreu em São Paulo”, diz a nota.

Ao desocupar o Edisp, a petroleira informou que contratou novas instalações e realocou algumas equipes, gerando uma economia anual de cerca de R$ 20 milhões para a companhia. (G1/Ba)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*