Ministro cogita romper contrato de concessão das BRs 116 e 324 com a Viabahia, diz coluna

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, considera romper os contratos de concessão das BRs 116 e 324, firmados entre o governo federal e a Viabahia. Segundo a coluna Satélite, do jornal Correio, o ministro escalou a equipe jurídica da pasta para elaborar um dossiê sobre os problemas que aconteceram nos trechos das duas rodovias sob responsabilidade da concessionária.

A ofensiva busca, principalmente, itens previstos nos contratos que não teriam sido cumpridos pela empresa, além da falta de manutenção adequada nas estradas em que ela opera com sete praças de pedágio.

Um dos pontos observados é o atraso nas obras de duplicação da BR-116 no estado, alvo de ação ajuizada pelo Ministério Público Federal e cobrança de multa de R$ 5 milhões por danos morais coletivos, determinada pela Justiça. Ainda segundo a coluna, encontrar justificativas para romper os contratos se tornou trabalho prioritário no gabinete do ministro.

O Acorda Cidade entrou em contato com a ViaBahia para saber o posicionamento empresa sobre o assunto e aguarda resposta. (Com informações da coluna Satélite e Metro 1).

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*