Temer diz que Cunha autorizou impeachment porque PT não o apoiou no Conselho de Ética

O ex-presidente Michel Temer afirmou, durante o programa “Em Foco” com Andréia Sadi, que será exibido na noite de hoje (27), que o fato decisivo para o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff foi o processo do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados que julgava Eduardo Cunha (PMDB-RJ), então presidente da Casa.

“Um equívoco do PT. Eu penso que, se o PT tivesse votado com ele [Cunha], naquela comissão, ele estava com boa vontade para eliminar o impedimento”, declarou o ex-presidente.

Em julho de 2016, o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar aprovou, por 11 votos a favor e 9 contra, o relatório do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) pela cassação do então deputado afastado Eduardo Cunha por quebra de decoro parlamentar.

Também durante a entrevista, Michel Temer comenta as investigações que chegaram a resultar em sua prisão, em março deste ano, e dos polêmicos áudios com Joesley Batista, que causaram a maior crise de seu governo. O programa será exibido às 21h30 na Globo News.(Metro1)

Procurar Notícias

©Site fundado em 15/01/2013 - Por: *Valter Egí - Todos os direitos reservados à Feira News*